OS PASSOS DE UMA BOA TRADUÇÃO TÉCNICO-CIENTÍFICA

Sendo uma empresa com mais de 30 anos de experiência no campo da tradução de terminologias, a Traductanet está plenamente consciente dos trâmites que terão de ser observados quando se parte para a tradução de um texto técnico.

Porque a linguagem técnica é constituída por particularismos terminológicos que têm a montante a própria língua geral, o tradutor terá, em primeiro lugar, que proceder ao levantamento e tratamento de todos os termos presentes no texto que estejam relacionados com a área técnico-científica que lhe dá corpo.

Paralelamente a este exaustivo reconhecimento, o tradutor deverá estar intimamente familiarizado com as convenções linguísticas em prática, quer da língua de partida, quer da língua de chegada (os sistemas de unidades de medida, a título de exemplo).

De fundamental importância é também nunca minimizar o papel central que o tradutor desempenha na construção do texto, entendido no seu todo. Dado o carácter profundamente peculiar deste tipo de textos, serão muitas a vezes em que o tradutor será chamado a reformular estruturas textuais, quer no plano da frase ou da palavra, quer no plano das ligações interfrásicas.

Maria Teresa Cabré, catedrática em Linguística e Terminologia na Universidade catalã de Pompeu Fabra, considera que a tradução de um texto técnico deve ser “correta, clara, concisa, precisa, unívoca, informativa, objetiva, elegante e ordenada”. Em todo o vastíssimo campo da tradução técnico-científica e da gestão terminológica, a Traductanet, ao fazer destas as coordenadas pelas quais pauta o seu trabalho, assume-se como a sua parceira ideal para todos os serviços linguísticos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *