Projeto de tradução e publicação de livros promove intercâmbio cultural entre China e Portugal

A Universidade dos Estudos Estrangeiros de Beijing (BFSU, em inglês) assinou recentemente um acordo com a Editora de Ensino e Pesquisa de Línguas Estrangeiras para promover um projeto de tradução e publicação de livros consagrados da China e de Portugal, a fim de intensificar os intercâmbios culturais e entre pessoas dos dois países.

Segundo Zhang Xiaofei, diretora do Departamento de Português da Faculdade de Espanhol e Português da BFSU, a cooperação entre as duas partes já começou em novembro de 2015, com comunicações sobre seleção, tradução, publicação e direitos autorais de livros e outros assuntos.

De acordo com Zhang, depois de várias fases de seleção por especialistas e professores chineses e estrangeiros, a lista de livros de Portugal inclui obras consagradas de Luís de Camões, Gil Vicente, Cesário Verde, Eça de Queirós, Fernando Pessoa, Jorge de Sena,José Cardoso Pires,Sophia de Mello Breyner Andresen, José Saramago, António Lobo Antunes, etc. A lista de livros da China inclui obras de Lu Xun, Wang Xiaobo, Qian Zhongshu, Jia Pingwa, Bi Feiyu, Ge Fei, Yan Lianke, Feng Youlan, Li Yining, Zhang Qizhi, Zhu Liangzhi, etc., além de poemas contemporâneos chineses. Os livros abrangem literatura, cultura, filosofia, história, arquitetura, música, economia e política, entre outras áreas.

Zhang participa do projeto e está a traduzir a História do Cerco de Lisboa de José Saramago para mandarim e será publicado na China em 2018. O livro Arte de Música de Jorge de Sena, traduzido por Jin Xinyi, também professora da BFSU, será publicado no mesmo ano. As edições em mandarim dos dois livros serão publicadas pela primeira vez na parte continental chinesa.

Zhang revelou que o plano de publicação é aberto e serão publicados entre 5 e 20 livros de cada língua na primeira fase de cinco anos do projeto, que começou oficialmente em abril de 2016.

Em 2015, os governos chinês e português assinaram o Memorando de Entendimento entre a República Popular da China e a República Portuguesa no Domínio de Livro e de Literatura, a fim de promover intercâmbios bilaterais em literatura, ciência e outras áreas e cooperação entre institutos relevantes. Em junho deste ano, o 1º Fórum Literário China-Portugal foi realizada em Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *