Uruguai vai ser observador associado da CPLP este ano

A secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação portuguesa afirmou que o Uruguai vai ser observador associado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) no segundo semestre deste ano.

A decisão de se tornar observador associado da CPLP insere-se numa estratégia “de aproximação aos países de língua portuguesa” e na vontade de “aproximação do Uruguai a África”, afirmou a Secretária de Estado portuguesa Teresa Ribeiro.

“Fala-se português nas zonas de fronteira, onde é a segunda língua”, sublinhou, explicando que o reforço da língua passará pelo recurso a cursos ‘online’, devidamente certificados.

A Secretária de Estado portuguesa referiu estar em análise com as autoridades uruguaias a realização de uma semana do Uruguai em Lisboa, no próximo ano, para reforçar o relacionamento bilateral e trocar experiências em diversas áreas.

“Há convergências históricas, culturais e linguísticas que o Uruguai valoriza muito”, o que facilita o relacionamento político e empresarial, afirmou.

Refira-se que centenas de milhares de uruguaios do norte do país têm o português como língua materna. O chamado dialeto português do Uruguai é falado por cerca de 15% da população uruguaia, segundo Juan Pedro Mir, diretor de Educação do Ministério da Educação e Cultura do Uruguai. O português é desde 2008 reconhecido como uma língua materna no Uruguai.

Atualmente são observadores associados da CPLP a Geórgia, Maurícia, Japão, Namíbia, Senegal e Turquia.

A CPLP integra Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *