Webinar sobre Dados Abertos da União Europeia – Recursos multilingues da UE

Num mundo cada vez mais digital em que a informação revela cada vez mais o seu poder, todo o trabalho que envolve dados vai sendo também cada vez mais solicitado nos mais variados domínios da nossa vida. A tradução não foge à regra. Da mesma forma que outros setores tiveram de desenvolver ou recorrer a serviços especializados na área dos dados, a tradução também teve de investir importantes recursos nesta área.

Quando falamos em tradução, falamos inevitavelmente em multilinguismo e terminologia e foram estas as duas vertentes abordadas num Webinar organizado pelo Serviço das Publicações da União Europeia dedicado aos Dados Abertos da União Europeia.

Neste evento, foi explicado resumidamente como funciona a IATE, uma base de dados terminológica da UE, assim como toda a atividade que está por detrás deste projeto, que envolve um grande trabalho sobre dados na sua vertente mais técnica.

Além deste “dicionário multilingue” pesquisável, o evento incluiu também uma apresentação sobre um recurso muito importante para todos os tradutores que trabalham com documentos das instituições da UE: as memórias de tradução. Para quem não está familiarizado com as ferramentas informáticas que os tradutores utilizam no seu trabalho, as memórias de tradução (ou TM – Translation Memories) são traduções gravadas numa memória de frases de textos que já foram traduzidas e que, como tal, já não precisam de ser novamente traduzidas. 

As instituições da UE prestam assim um grande serviço ao público em geral e à comunidade de tradução em particular ao disponibilizar estes dados em regime aberto.

Mais informações sobre o Portal de Dados Abertos da UE em: 

https://data.europa.eu/euodp/pt/home?

Mais informações sobre o Webinar em:

https://survey.alchemer.eu/s3/90281430/open-data-explained-webinars

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *