As obras de literatura mais traduzidas

tradução literária

Várias obras literárias – romances, poesia, contos populares e infantis e outros tipos de textos – atravessaram fronteiras graças à tradução. Tradutores Profissionais de todo o mundo ajudam as pessoas a ultrapassar as barreiras linguísticas e a conhecer outras culturas, histórias e modos de vida.

O impacto de algumas delas levou a uma grande procura por traduções para o maior número possível de línguas. É difícil fazer uma estatística definitiva sobre quais são as obras mais traduzidas, mas conseguimos ter uma ideia através da informação disponível nos sites das empresas de software de aprendizagem de línguas Babbel e Preply. Em particular, a Preply criou uma lista de obras traduzidas de todos os continentes que pode ser consultada em forma de mapa.

A partir desta informação, trazemos-lhe um “top 5” da lista de obras literárias mais traduzidas do mundo – deixando de fora textos técnicos ou religiosos. Sem surpresas, a lista é encabeçada pela literatura infantil, a porta de entrada para a aprendizagem da leitura!

1. Le Petit Prince, Antoine de Saint-Exupéry (França)
Original em francês, cerca de 380 traduções
Quase todos conhecem a história do piloto de avião que aterra no deserto e conhece o pequeno príncipe que viaja pelos planetas… Antoine de Saint-Exupéry criou também as ilustrações que acompanham O Pequeno Príncipe, um dos livros infantis mais populares do mundo. A magia desta obra já fascinou várias gerações e por isso não espanta que tenha já sido traduzida para mais de trezentas línguas diferentes!

2. Le Avventure di Pinocchio, de Carlo Collodi (Itália)
Original em italiano, cerca de 300 traduções
Há quase século e meio que o texto de Collodi sobre o boneco de madeira que quer tornar-se um ser humano fascina e faz pensar. O filme clássico da Disney fez muito por divulgar este conto infantil. Pinóquio faz parte da literatura do mundo e é já um clássico universal.

3. Alice’s Adventures in Wonderland, Lewis Carroll (Reino Unido)
Original em inglês, cerca de 175 traduções
Mais do que um simples texto infantil, as aventuras de uma jovem num mundo mágico paralelo podem ser lidas a vários níveis, entre jogos de palavras, metáforas inesperadas e personagens surreais. Alice no País das Maravilhas é uma obra para todas as idades e isso explica o seu sucesso.

4. Contos de Hans Christian Andersen (Dinamarca)
Original em dinamarquês, cerca de 160 traduções
Quem não conhece “O Patinho Feio”, “A Pequena Seria”, ou “O Rei vai Nu”? A influência dos contos de Andersen é gigantesca, e para além das 160 traduções das colectâneas dos seus contos, não são de desprezar as adaptações para cinema, televisão e teatro que levaram as personagens de Anderson a todo o mundo.

5. El Ingenioso Hidalgo Don Quijote de la Mancha, de Miguel Cervantes (Espanha)
Original em espanhol, cerca de 145 traduções
Dom Quixote é a obra mais antiga desta lista (Cervantes publicou a primeira parte em 1605) e mais cedo traduzida (para inglês em 1612). Possivelmente o primeiro romance da era moderna, a história do cavaleiro louco que luta contra moinhos dispensa apresentações e é essencial para qualquer pessoa que goste de ler!

Por fim, e porque a banda desenhada também é literatura, uma menção honrosa:

6. Astérix le Gaulois, de René Goscinny, Albert Uderzo e outros (França)
Original em francês, cerca de 116 traduções
Há mais de sessenta anos que o gaulês Astérix e os seus amigos resistem contra o antigo Império Romano e viajam pelo mundo. Para além de divertir leitores de todas as idades, esta banda desenhada franco-belga ajuda também os mais jovens a conhecer um pouco de História da Antiguidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *